Quer curtir um programa bem romântico na Serra Gaúcha? Leve seu amor para comer fondue. Ok, talvez os casais não sejam o único público interessado nesta delícia que se tornou um dos ícones gastronômicos de Gramado. As noites de inverno também combinam com amigos reunidos em torno da mesa, taças cheias de vinho tinto e, para acompanhar, a diversão de comer fondue. E qual é a criança que não adora “pescar” os pedacinhos de pão dentro do queijo derretido? A verdade é que fondue vai sempre bem e todo mundo curte.

O fondue de carne é servido com pastas e molhos, mostardas e geleias. A carne pode ser frita em óleo ou assada em uma pequena chapa que vem à mesa

A receita vem da Suíça, mais precisamente da parte francesa do país. O mais clássico é o fondue de queijo: uma seleção de queijos derretidos com um destilado local. Na versão brasileira, o destilado deu lugar ao vinho branco.

Quando a mistura está bem derretida e cremosa, é só mergulhar pedacinhos de pão, se possível “amanhecido”, e voilà! Algumas casas servem batatinhas cozidas, além do pão, para acompanhar o fondue de queijo. Em Gramado você vai encontrar também o fondue de carne e o de chocolate derretido, servido com frutas. À mesa, o garçom coloca um aparelho de fondue com garfinhos de cabo extenso que possibilitam o mergulho do pedacinho de pão ou da fruta dentro da panela. Ao trazer o garfinho para o prato dá para usar o garfo e a faca.

Cuidado: não leve direto à boca, porque pode estar bem quente. Perder algo dentro da panela sempre é motivo de muitas risadas. Sem desespero. É bem normal: espete novamente e saboreie!

Você sabia?

Durante a Segunda Guerra, camponeses das regiões montanhosas não conseguiam buscar alimento nas cidades devido ao frio intenso e porque muitos combates aconteciam nos arredores. Assim, começaram a aproveitar os restos de queijo que produziam. Além de garantir a nutrição, a receita ajudava a aquecer. O queijo ficava no fogo até derreter. Então, os camponeses mergulhavam pedaços de pão velho no creme. A versão do fondue doce é bem mais recente. Dizem que nasceu no final da década de 50, quando o chef Conrad Egli, do restaurante Chalet Suísse, em Nova York, começou a servir fondue como sobremesa, trocando o queijo pelo chocolate.

Delicie-se: 5 lugares pra comer um bom fondue em Gramado

C’est Mieux
Rua Ângelo Bisol, 223
Telefone: (54) 3286.3554
www.cestmieuxrestaurant.com.br

Restaurante Maison de La Fondue
Av. Borges de Medeiros, 2311
Telefone: (54)3295.1787 | (54)99947.4667
www.maisonlafondue.com.br

Chateau de La Fondue
Rua Coronel João Correa, 101
Telefone: (54)3286.7561 | (54)9962.53318
www.chateaudelafondue.com.br

Le Chalet de La Fondue
Av. das Hortênsias, 1297
Telefone: (54) 3286 2474 | (54) 3286 7544
lechalet.com.br

Deixe uma resposta